"Para não fazeres ofensas e teres dias felizes, não digas tudo o que pensas, mas pensa tudo o que dizes." Antonio Aleixo

Free Web Counter
Terça-feira, 14 de Dezembro de 2004

ÁRVORE DO NADA!!!

arvoree.jpg


NUMA ALTURA EM QUE TANTOS SE GLADEIAM E OUTROS SE EMPURRAM, COMPRANDO BEM ENFEITADOS OS PRESENTES CÍNICOS DO NATAL... OUTROS CONTEMPLAM A ÁRVORE, OLHAM A NEVE E MEDITAM, "NADA TENHO, A NÃO SER AQUILO QUE OS OLHOS ME DEIXAM VER E A SOLIDARIEDADE DE TANTOS QUE POR ESSE MUNDO PENSAM NOS DESPROTEGIDOS!!!".
É PARA VOCÊS ESPECIALMENTE DESPROTEGIDOS, SÓS, DOENTES, SEM ABRIGO E ABANDONADOS QUE VOS DESEJO UM DIA MELHOR QUE OS OUTROS, A QUE CONVENCIONALMENTE SE CHAMA NATAL.
PARA TODOS OS QUE POR ESTE BLOG TÊM PASSADO DESEJO UM FELIZ NATAL, ANO NOVO CHEIO DE TUDO SOBRETUDO DE UMA VIDA COM SAÚDE, PAZ, AMOR E TRANQUILIDADE.
EM JANEIRO CÁ ESTAREMOS PARA DE NOVO CONVERSARMOS DO MUITO QUE HÁ PARA DIZER.
B O A S F E S T A S ! ! !
publicado por Solidário às 22:24
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Anónimo a 21 de Dezembro de 2004 às 02:25
Meu grande Amigo, é sempre com enorme satisfação que te leio.Fico-te muito grato por doares a tua capacidade intelectual a este canto, cujo fundamento é discutir, a situação de um povo que se encontra mal.Dissertar sobre as razões, não seria dificíl mas entendo que o tempo nos dará razão, porque muito existe ainda para observar.Estou certo que em Janeiro muito se pode observar, até pela linguagem que vai sêr usada, vamos entrar num (jogo) em que ninguém quer ser culpabilizado, por a situação em que nos encontramos, e então sim, verificaremos, friamente mas analitícamente como é. Desejo-te Feliz Natal e um Ano Novo diferente. Santos Sampaio
</a>
(mailto:vozdaliberdade@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Dezembro de 2004 às 02:00
Obrigado querida Amiga Carina o teu comentário escusa comentários.Quem sou eu para comentar a explicitação do teu raciocínio, volta sempre a este nosso canto,e aproveito para te dese jar FESTAS FELIZES um beijo de muito carinho.Santos Sampaio
</a>
(mailto:Vozdaliberdade@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Dezembro de 2004 às 01:50
Muito obrigado Pedro pela tua amizade.Sabes que sou dificíl de torcer e quando enceto uma luta pouco me perturba o que outros possam pensar.Uns falam muito outros menos e até por vezes por não falarem tanto sofrem represálias, mas enfim!Volta sempre a este nosso canto onde o nosso grito é igual. um abraço grandeSantos Sampaio
</a>
(mailto:vozdaliberdade@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Dezembro de 2004 às 23:09
Meu grande amigo,
Espero que este comentário o vá encontrar de boa saúde e disposição.
São muito tristes realmente as realidades que a maior parte de nós desconhece. As vidas que nunca vivemos e que não queremos sequer imaginar.
Pessoas nascem em berços de ouro, do ponto de vista não só monetário mas também familiar e afectivo, e nunca se deitam a pensar que outros que menos têm serão mais vítimas de infortúnios do que das consequências dos seus próprios erros.
Mas é mais fácil pensar que não, que aquela pessoa que dorme na rua, coberta sob uma caixa de cartão e vivendo de esmolas, vive assim por sua opção. Não fez por merecer melhor.
É de facto mais fácil pensar assim, sentimo-nos mais aliviados na nossa consciência.
Mas infelizmente a realidade é outra, e ninguém está livre de passar pelo mesmo.
Mais do que não ter dinheiro é não ter o amor e a companhia dos outros.
Por isso, todas as acções levadas a cabo no sentido de dar algum conforto e carinho aos menos afortunados, e muitas vezes vitimas de abandono por parte dos seus, deveriam ser levadas mais a sério por todos.Cesar
</a>
(mailto:wushulx@eusei.com)


De Anónimo a 17 de Dezembro de 2004 às 06:36
Caro Amigo Sampaio, ontem foi infernal andar na estrada ou até entrar num café, reflexo do pagamento do subsídio de Natal aos trabalhadores. A sociedade vive em torno do dinheiro e daquilo que ele pode comprar e cada vez é mais fácil comprar pessoas.
Se cada um de nós ajudar uma pessoa, certamente deixaria de haver tanta pobreza, mas enquanto o egoismo reinar dificilmente ela acabará.
Fiquei perplexa com a entrevista feita ao nosso futuro Ex- Ministro da Defesa que admite ter cometido erros mas no entanto só com eles é que aprendemos, esquecendo-se que está num Governo (partidariamente) eleito pelo Povo e 0 qual têm o dever de orientar e ajudar, esquecendo que os seus erros têm um impacto brutal nos trabalhadores e na qualidade de vida das pessoas.
Convém não esquecer que qualquer um de nós poderá ver-se retratado neste artigo com as politicas que neste País têm sido aplicadas, não só por este Governo mas também pelos anteriores.
Cavaco Silva, foi muito criticado pelas medidas que tomou em que o objectivo era o desenvolvimento do nosso País. Manisfestações, mais manisfestações foram o prato do dia, no entanto na última década, o Povo Português têm estado muito calado e a comunicação social também. Utilizando a ironia, nem sempre perceptivel para todos, principalmente por aqueles que mais precisam.
O dia de Natal, que deveria ser de alegria pelo nascimento de Jesus Cristo, faz-me pensar e até interrogar, como se sentem aquelas pessoas que recorrem ao banco de urgências neste dia apenas para enganar a solidão, a fome e a miséria e muitas vezes o abandono por parte daqueles aos quais dão a vida, que têm a coragem de festejar sem pensar uma vez que seja nos seus Pais. E se abandonam os Pais, mas facilmente viram a cara ao próximo.
Quantas pessoas estão na missa do galo, com o coração cheio de ódio, rancor, mal dizer e muitas reparam naquilo que os outros trajam para mais tarde comentar.
Afinal o que representa o Natal para estas pessoas?
Permita-me dizer-lhe a profunda admiração que tenho por Si, não só pela Pessoa que é, mas também pelos valores que representa e defende, mas também por saber que dá testemunho deles, permita-me também que diga a todos aqueles que por aqui passam que além de escrever em prol daqueles que mais precisam também actua para que por um momento que seja colocar um sorriso no que outrora foram lágrimas. Se algum dia soube o que significava a frase "ama o próximo com a ti mesmo", quando olho para si vejo a aplicação da mesma. Um grande Bem Haja e um beijinho desta sua amiga.Carina
</a>
(mailto:abernardo@iol.pt)


De Anónimo a 17 de Dezembro de 2004 às 02:44
Obrigado Sampaio, desejo-te votos de muita saúde,e de BOAS FESTAS. Continua tal como és, mesmo que não agrades a todos,quando deixares de incomodar é mau sinal,força grande amigo.Pedro TeixeiraPEDRO TEIXEIRA
</a>
(mailto:aa@pt.pt)


Comentar post

blogs SAPO

.subscrever feeds