"Para não fazeres ofensas e teres dias felizes, não digas tudo o que pensas, mas pensa tudo o que dizes." Antonio Aleixo

Free Web Counter
Terça-feira, 8 de Fevereiro de 2005

ENFIM!!! SÓ...

pedrito.bmp




Já muito se fala de dia 20, quem ganha, quem perde as eleições, quem fica melhor posicionado, etc, etc...
Entendo que é altura de reflectir, e os que não têm certeza do seu voto se decidirem por quem, com verdade procura no seu programa eleitoral dar a conhecer a sua verdade, demonstrar aos explorados, desempregados e a tantos mais que no silêncio das suas lágrimas pensam como viver.
Entendo que já se falou demais de Santana Lopes e das suas artimanhas, bem como, de outros que o acompanham nesta sua algazarra.
Mas, e nós, Eleitores? Quantas vezes temos pensado que Santana Lopes não tem mais responsabilidades do que nós. Não tem, não. Senão vejamos, a Constituição fala dele só no 15º Artigo quando vem escrito pela primeira vez "Primeiro Ministro". De mim e de si, fala logo no 3º Artigo "A SOBERANIA RESIDE NO POVO", reflicta, não fique em casa.

O TEMPO URGE, ATÉ O NOSSO RELÓGIO SE CONFIGUROU PROCURANDO A MUDANÇA, POR ISSO SALTITA ATRÁS DOS BEM FALANTES E DOS VENDEDORES DE PROMESSAS E ENGRAÇADO... TANTA PROMESSA E NO 4º TRIMESTRE DE 2004 AUMENTOU A TAXA DE DESMPREGO PARA 7,1, INFORMAÇÃO DO INE OU SERÁ QUE ESTE INSTITUTO TAMBÉM PERSEGUE ALGUÉM. PAULO PORTAS CONGRATULA-SE NUMA CAMPANHA DEDICADA AOS ANTIGOS COMBATENTES.
EM PORTUGAL VÃO SER PRODUZIDAS 80% DAS VIATURAS QUE VÃO SUBSTITUIR A VELHAS CHAIMITES, TALVEZ PREVEJA OUTRA GUERRA EM QUE PORTUGAL TENHA QUE INTERVIR, O SENHOR PRIMEIRO MINISTRO(NESTE CASO DR. SANTANA LOPES PORQUE ESTÁ EM CAMPANHA ELEITORAL), ASSINA 10 COMPROMISSOS NUM CONTRATO COM OS PORTUGUESES, NUNCA PENSEI QUE PORTUGAL ESTIVESSE REDUZIDO A 10 SITUAÇÕES QUE MEREÇAM A ATENÇÃO DO REFERIDO SENHOR, TUDO ISTO É UMA GRAÇA...

POIS AGORA É CONSIGO!!!!!

publicado por Solidário às 19:47
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Anónimo a 18 de Fevereiro de 2005 às 18:12
Muito Obrigado Carlos Oliveira, por mais uma vez ter passado por este canto, VOZ DA LIBERDADE, infelizmente que a minha luta somente se pode basear no meu grito de revolta que muita tristeza me causa, li o seu comentário e bem me lembro num outro que fez que vive com uma reforma de 212 EUR. É por isto que jamais me calarei, que depois de uma vida de trabalho e de uma intervenção cirurgica como fez tenha hoje inclusive que viver sem o mais básico como refere, energia eléctrica, são isto, sabe que os senhores desgovernantes esquecem porque vivem em palácios que pertencem ao povo, cheios de mordomias e em andares bem situacionados. Tudo isto para mim seria normal e até aceitável, se o povo trabalhador que produziu riqueza não vivesse na miséria em que vive, se fizessemos uma estátistica a tantos que vivem em iguais condições, talvez que o discurso dos senhores politicos fossem outros. E note que só nas campanhas eleitorais se referem os pensionistas, que nome quer que eu dê a isto, oportunismo, discursos falacciosos e tentativa de conquista de bons lugares, pois ao fim de 2 legislaturas não têm a sua reforma. Espero que o dia 20 nos traga a esperânça de uma vida melhor e que 25 de Abril seja um realidade. Um abraço de solidariedade e muita amizade. ASS: Santos sampaiosantossampaio
</a>
(mailto:vozdaliberdade@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Fevereiro de 2005 às 17:13
Muito Obrigado Virginia por ter passado por este canto, Voz da Liberdade. Você com o seu lúcido comentário comoveu-me e encheu-me de alegria. A lucidez, a pertinência e a forma como mostrou estar decomentada, leva-me a verificar, que afinal há muitos lutadores contra a exploração, desculpar-me-á, mas é que raramente se vê uma MULHER tão bem informada e interessada num mundo melhor, bem se nota que também é uma preocupada com a exploração (tal como diz "ELES COMEM TUDO E NÃO DEIXAM NADA"), mas nós os preocupados vamos deixar que comam alguma coisa, mas jamais permitir que a ganância do lucro deixe que outros nada tenham para sobreviver. Estou convencido que a mudança vai ser grande e teremos uma voz que ecorá contra os exploradores. O meu maior Obrigado por ter visitado este canto, pela sua inteligência e pertinência de luta. Estou como um comentador disse "São precisas muitas Virginias", deixe que lhe deixe um beijo de muito carinho.santossampaio
</a>
(mailto:vozdaliberdade@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Fevereiro de 2005 às 16:47
Como prometido, mas sem muito tempo, estou aqui cumprindo aquilo que disse fazer, observar comentando o seus comentários José Oliveira. Reflectindo achei os mesmos pertinentes, confusos, mas naturalmente de acordo com os seus ideiais politicos, que mais não tenho senão que respeitar, quero dizer-lhe acerca da Figueira da Foz, que também conheço bem a mesma, pois foi lá no CICA-2, que cumpri o meu serviço militar e de quando em vez, vou lá para recordar a minha juventude, mas não está em causa a Figueira, está sim em causa os valores que defende. Acredite que lamento, porquanto notei nos seus comentários que é um jovem inteligente, deixe que lhe diga com muito respeito, o facciosismo bloqueia a verificação da verdade e o senhor deve saber que é assim, até pela história internacional que nos têm demonstrado esta realidade. Sabe José, votar é realmente uma atitude muito séria e não podemos votar por simpatias, mas antes por valores, quer eles tenham a cor que tiverem e achei muito engraçado, verificar que você sendo um homem inteligente, tenha tido a ousadia de falar num homem que merece muito respeito por todos os Portugueses. ÁLVARO CUNHAL, é que a sua observação referente a este estadista como notou, teve conotação depreciativa e nós temos de ser coerentes dando valor a quem o têm independentemente da côr política que se defenda, a isto chama-se espirito democrático (e não andarmos tipo rebanho irracional ou ao som de lindos discursos como irracionais). Se se der ao trabalho de verificar a história da Alemanha quando Hitler surgiu e cometeu o maior crime da humanidade, talvez que tenha um pouco mais de disponibilidade mental e reflicta os valores da liberdade. Quanto ao que mais lhe podia dizer, acrescentei no último artigo que comentou uma pequena conclusão. Sem facciosismos e com o maior respeito, conduzo-O para a carta que o lider do PSD mandou a todos os Portugueses, se fôr coerente verificará que a mesma mais parece uma cópia de uma criança que pede um bombom, tenha paciência, mas isto não é a carta de um homem que se diz lider e que quer governar este País, em tudo temos que saber estar na vida, até naquilo que escrevemos. Agradeço a sua atenção, estou sempre ao seu dispôr, mas faça um estudo sociológico e verifique as consequências da exploração. Um abraço de agradecimento. ASS: Santos Sampaio.santossampaio
</a>
(mailto:vozdaliberdade@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Fevereiro de 2005 às 01:18
Santos Sampaio leio-te atentamente e verifico a tua luta pelos desfavorecidos tal como eu, já o disse aqui com uma esquliose vivo com uma reforma de miséria que nem direito me dá atêr na minha casa energia eléctrica,quem duvide estou disposto a escancarar as portas de minha casa e mostrar-lhes.Penso como é que ainda existe gente que defende o govêrno mais reácionario depois do 25de ABRIL. só de facto os de grandes recursos e exploradores. li todo o seu texto mas a ultima parte disse-me bem como está atento a este cantar de topeiras.Força não desista pois lendo a sua garra consigo pensar que ainda existe gente que se preocupa com os que nada têm. Precisamos de mais Santos Sampaios,força força grande amigo e lutador.um abraço de muito respeito e admiração.CARLOS OLIVEIRA
</a>
(mailto:CO@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2005 às 15:07
Li o seu texto atentamente. Este país é composto por artimanhas, exploram a ignorância do povo, senão vejamos, muitos dos idosos, ficaram pela 1ª ou 2ª classe, muitos jovens desistem no 9º ano, aqueles que prosseguem os estudos superiores, são bombardeados com ideias fascistas, pelos senhores professores catedráticos, depois temos os meios de comunicação dominados pelos grandes grupos económicos.Quero deixar aqui que as diferenças ente o PS e o PSD, é simplesmente uma o primeiro não o D. Não ouvi no debate o Sr.Sócrates falar sobre a vergonhosa reforma dos deputados que é ao fim de estarem 8 anos a prejudicarem este POVO, afinal este senhor vai pegar em tudo que aqueles fascistas fizeram e vai continuar.Gostaria também de perguntar ao Sr. Portas onde vai arranjar o dinheiro para o tal aviãozito particular, é concerteza o contribuinte que vai pagar, isto é uma vergonha,não substimem o povo português. Abram os olhos, leiam, vão às bibliotecas e documentem--se, consultem os diários da república e vejam as votações destes três partidos, sempre contra quem trabalha,Abram os olhos ELES COMEM TUDO E NÃO DEIXAM NADA A HORA É DE MUDANÇAVirgínia Sampaio
</a>
(mailto:Gina@iol.pt)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2005 às 01:33
Muito obrigado José das Neves Oliveira, por ter passado por este canto VOZ DA LIBERDADE.Amanhã com tempo terei muito gosto em comentar os Seus lúcidos Comentários,e demonstrar-Lhe algumas verdades.Aproveito para Lhe dizêr que Voz da Liberdade, não pretende metêr medo a ninguêm, conforme observa no comentário dos discursos.Voz da Liberdade é um espaço Seu, meu e de tantos que que o lêem e que comentam por Mail.A intenção ou o propósito de VOZ DA LIBERDADE, é chamar a atenção de alguns, apartidáriamente, mas nunca jámais esquecendo a fome, a miséria, os sem abrigo e os que envergonhadamente não falam. Contra a exploração jámais me calarei, e contra os exploradores,muito menos. Só a morte me calará.Mais uma vêz o meu maior obrigado.Ass:SANTOS SAMPAIOvozdaliberdade
</a>
(mailto:vozdaliberdade@sapo.pt)


De Anónimo a 16 de Fevereiro de 2005 às 03:14
Encontrando-me completamente em desacordo com o texto escrito, não poderia deixar de comentar o porquê.
Quanto a “artimanhas de Santana”, respondo Figueira da Foz antes da Legislatura da pessoa em questão e Fig. Foz, depois da mesma. Não passei lá férias, pelo contrário passo grande parte do tempo na minha terra natal, sim esta de que estamos a falar. A cidade melhorou até para aqueles que pouco tempo lá passam, mas muito mais interessante ficou para quem lá vive.
Num dos comentários a este texto verifiquei, que se referiram às pessoas que se deslocam atrás do político Santana Lopes, existe uma explicação, na minha modesta opinião, não é com certeza o líder do PS, que dentro do seu bolso trás consigo um bloco de notas, onde aponta os problemas dos portugueses, mas sim o líder do PSD. Poderão dizer, isto supostamente, que só Santana como primeiro ministro poderá apontar tais necessidades. Mas eu direi “terá? o mesmo feedback se for Sócrates a fazer?”, porque o Santana foi presidente de Câmara da Figueira da Foz, foi também de Lisboa, Sócrates foi Ministro do Ambiente e “fez um belo trabalho”, estando ou não envolvido no Caso Freeport – alterar a três dias do fim do seu mandato a zona ambiental em questão, não parece prudente, e parece me a mim que o povo não se engana, corre pela esperança e essa parece ter um rosto para os mais desfavorecidos.... .
Não querendo fugir de mais ao tema do texto em questão, refiro e peço que todos os portugueses tenham a noção de que devem exercer o direito de voto, e se necessário pensar que só damos valor às coisas quando não as temos. Mas não posso deixar de pedir coerência no voto, pois se vimos o maior partido da oposição, que se considera de esquerda, necessitar de aplicar e ter no seu programa de governo ideias de direita – não “soa” bem, além de mais não tem uma pessoa que possa dar um sinal + ao nosso povo – a sua campanha parece cada vez mais morta, imaginei se tivessem a ganhar votos em vez de os virem a perder – provavelmente n os suficientes; admito que o melhor partido da oposição, ou seja, a pratica-la tenha o nome de Bloco de Esquerda, sim e neste caso penso que poderá ser um voto útil, mas àqueles que pensam na Liberdade e que a associam aos partidos comunistas, estão e mais uma vez digo, na minha opinião, a cometer um erro, afinal por muito que tenham lutado para que a mesma existisse (25 de Abril), o fizeram para tentar impor o seu regime (como todos os partidos “agora” tentam ganhar + um voto), que nada parece ter de Liberdade, temos o exemplo da Ex. URSS. Mas se o seu voto for a favor deste partido, não tendo em conta esse grande sentimento que é o de Liberdade, então será útil – “penso”; Quanto ao PP, digo o seu líder parece bastante inteligente, e não será só ele a querer ver os nossos jovens a cantar o Hino Nacional e assim despertar-lhes o sentimento patriótico que o nosso povo necessita – Espanha têm-no e vejam como está, mas para quem desconhece está como está, porque os Espanhóis elegeram o PP e este partido tem Políticas de Direita, este Partido Espanhol, corresponde também ao nosso Partido Social Democrata (PSD) e não ao nosso Partido Popular; CDU, apresenta os mesmos problemas do Bloco, mas temos que admitir que aumentar a idade de reforma, não é uma boa decisão e por isso talvez “roube” alguns votos ao PS por política tão fora do contexto, votar CDU poderá ter a sua vantagem, nem que seja para demonstrar-mos a nossa gratidão a Álvaro Cunhal, pelo que fez pela Liberdade, mas também por não ter conseguido colocar o seu regime em prática.
Sentido do que digo, o meu texto é tendencioso, pois eu vou votar no PSD, no próximo dia 20 e ao contrário do respeitado escritor do texto que comento, estou bastante descontraído e nada nervoso, pois esses são os primeiros efeitos a sentir nos perdedores. Apesar de tal tendência no meu texto espero não ter referido nenhuma mentira, com a verdade venceremos.
P.S. -Ler com calma, faça as devidas pausas. Pois se corresponderem às minhas, talvez eu tenha feito um comentário... José das Neves Oliveira
José das Neves Oliveira
</a>
(mailto:josedasnevesoliveira@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Fevereiro de 2005 às 00:04
Agradeço-lhe o ter passado por este canto "Voz da Liberdade", respondo-lhe com toda a urgência por verificar que o seu comentário não honra a verdade. Naturalmente que politicamente não me afecta, pois não me revejo nos partidos que nos governam, tão pouco nos que dizem que vão fazer melhor. A minha luta, é uma luta titanica diária, mas de verdade, pelos explorados e que nada têm. A única coisa que possuem é a força do seu trabalho que a tantos enriquece e que já hoje, mesmo assim, é desvalorizado pelo grande capital.
E sabe porquê amigo, a sua linguagem tem a mesma côr da exploração, quando comentar, comente com a sua cabeça, não emocionalmente, ou por simpatia, porque isso tira-lhe a credibilidade daquilo que você diz.
Aliás, alguma das coisas que referiu não correspondem à verdade, o que quer dizer que afinal está pouco atento. Talvez seja uma questão nervosa porque o dia 20 se aproxima, mas até lá reflicta e no dia 20 vote com lucidez pensando no seu futuro e contra a exploração, sabe o que é exploração? É trabalhar e não receber ordenado, é não poder dizer ao seu patrão que está mal pago, não ter dinheiro para pagar a suas despesas básicas, este é um pouco da exploração, muito mais teria para lhe dizer, mas possivelmente este não é o seu caso, não esquecendo que há o reverso da moeda, aqueles que nada fazem e recebem quantias astronómicas. O seu comentário tem um outro cheiro, porque os comentários também têm cheiro. Passe bem e volte sempre porque esta é a voz da liberdade
trabalho igual a salário igualsantossampaio
</a>
(mailto:vozdaliberdade@sapo.pt)


De Anónimo a 8 de Fevereiro de 2005 às 22:20
O partido socialista está de cabeça perdida, entrando em litígio directo com todas as religiões, Católica, Evangélica e outras, por necessitar de sujeição a todas as exigências do Bloco de Esquerda com via a uma obrigatória coligação.

O catolicismo é contra o renascimento do comunismo, logo a hipótese de eventual coligação do PS com esse partido foi o primeiro rastilho.
Depois as intervenções do Bloco de Esquerda assegurando acordo pós-eleitoral com o PS e consequente legalizaçao da união de facto entre homossexuais foi determinante para que todas as religiões, mesmo as que no passado admiraram o PS, fiquem obrigadas a fazer apelo a votar noutros partidos insistentemente, por forma a garantir a não eleição quer do PS, quer do Bloco de Esquerda......................................................

Esgotados aqueles que seriam os supostos temas de campanha para a próxima legislatura, que vieram a provar-se não dispor de consistência, o PS começou a fazer campanha suja e desprezível, pois nos comícios em vez de anunciar programas de governo, discrimina o seu próprio eleitorado ao dizer que não aceita em seu comício ninguém da Trofa ou de Lisboa.
Comete ainda o crime de anunciar apoios, como o de Cavaco Silva, sabendo o país inteiro que esse seria um grande desejo nunca concretizável de José Sócrates, já desmentido pelo jornal Expresso.
Já arrancaram quase todos os painéis que prometiam os 150 mil empregos, esquecendo de alguns que denunciam ainda essa que foi a primeira grande mentira do PS.
No frente a frente, José Sócrates comete outra ilegalidade, ao prometer aos idosos um prémio de 300 euros pagos de uma só vez como recompensa por votarem nele, deixando no ar a ideia que o PS promete aumentar as reformas para esse montante. O que ele agora argumenta é que os 300 euros serão um suplemento atribuído apenas uma vez em troca do aumento de reformas.
atento
</a>
(mailto:amadoran@clix.pt)


Comentar post

blogs SAPO

.subscrever feeds