"Para não fazeres ofensas e teres dias felizes, não digas tudo o que pensas, mas pensa tudo o que dizes." Antonio Aleixo

Free Web Counter
Segunda-feira, 13 de Junho de 2005

DEMOCRACIA DE LUTO!!!

cravo1.JPG


Como resposta aos comentários e muitos mail's recebidos que de todo me é impossivel responder, deixo-vos com autorização da autora\comentadora o texto seguinte:

"As Ruas vão aparecer na claridade fugidia pela tua perda, mas serás sempre nosso. Por isso entre telhados e campos muitos cravos vão sêr lançados e muitas espigas vão crescêr porque esta esta é a FRESCURA DE ABRIL qu sonhás-te para todo um povo. Hoje as nossas cabeças afundam-se no nosso tórax porque te críamos muito. Adeus CAMARADA ALVARO------O POVO UNIDO JAMAIS TE ESQUECE. para ti Sampaio muito obrigado pelo o que És. Um beijo de solidariedade."ANTÓNIA

Porque esta foi a grande verdade acontecida...
publicado por Solidário às 20:45
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Anónimo a 15 de Junho de 2005 às 01:06
A multidão é muita, o povo está na rua mas desta vez para dizer adeus ao grande Homem que foi ALVARO CUNHAL. Olhei para a Bandeira do Partido que tanto amou, e só então pensei, estás tapado, afinal é verdade, estás mesmo haí ALVARO nessa caixa que te guarda o corpo, mas que não conseguirá guardar o testemunho que nos legas. És Grande demais para que a morte te silencie. Ficarás para sempre no coração dos que te reconhecem como um dos Maiores, Portugal perdeu-TE, nós Camaradas estamos como que vivendo um sonho, mas amanhã muitos PUNHOS LEVANTADOS Te DIZEM ADEUS CAMARADA ALVARO. OBRIGADO SAMPAIO, CAMARADA AMIGO por nos deixares gritar a nossa dôr, neste lugar que também é de LIBERDADE. JOSÉ ANTONIO
(http://ja@com.pt)
(mailto:ja@com.pt)


De Anónimo a 14 de Junho de 2005 às 19:19
Obrigado amigo,por teres recordado neste espaço, estes Dois Grandes Obreiros da DEMOCRACIA. Camarada Vasco e o Nosso Grande Amigo e Camarada ALVARO. Todos os verdadeiros Democratas estão de luto,é facto. Mas mais fortes para lutar por um PORTUGAL de ABRIL. Obrigado Camaradas pelo o Vosso Esforço e exemplo.Por isso vos digo até amanhã. Tó TÓ
</a>
(mailto:to@hottp.com)


De Anónimo a 14 de Junho de 2005 às 18:00
As Ruas vão aparecer na claridade fugidia pela tua perda, mas serás sempre nosso. Por isso entre telhados e campos muitos cravos vão sêr lançados e muitas espigas vão crescêr porque esta esta é a FRESCURA DE ABRIL qu sonhás-te para todo um povo. Hoje as nossas cabeças afundam-se no nosso tórax porque te críamos muito. Adeus CAMARADA ALVARO------O POVO UNIDO JAMAIS TE ESQUECE. para ti Sampaio muito obrigado pelo o que És. Um beijo de solidariedade ANTÓNIA
</a>
(mailto:antmarques@com.pt)


De Anónimo a 14 de Junho de 2005 às 15:47
Grande Amigo Sampaio, Obrigado pelo o recado que nos deixas.Muitos, estou certo estarão felizes, mas pouco nos importa, nós sabemos o que perdemos, acredita que ainda me incentiva mais para dar continuidade ás suas lutas, porque Abril Vencerá. A emoção não me deixa dizêr-te mais. Mas fica o nosso abraço de solidariedade. Saudações DemocráticasCarlos Oliveira
</a>
(mailto:CarlosO @sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Junho de 2005 às 23:06
Olá MEU QUERIDO AMIGO SANTOS SAMPAIO, mais uma vez veio mostrar neste canto o significado de LIBERDADE, que também é sinónimo de DEMOCRACIA. Não tenho idade para ter vivido ou recordar tempos que na minha mente são longinquos, no entanto fazem parte do album de recordações de muitos Portugueses, e como consequência das lutas travadas nesses tempos, que nos permite ter a LIBERDADE de hoje podendo dizer sem medo de sermos escutados o muito que a liberdade nos dá.
Como qualquer filme, cada personagem têm o seu papel, independentemente de uma nos ser mais querida que outra, e como não estamos a falar de cinema nem de cineastas, mas sim de figuras que marcaram o século XX, e que lutaram para que um povo oprimido e sem direitos pudesse exprimir a sua vontade e exercer o seu direito de voto bem como outros de valor tão importante como o referido.
Lamento que mesmo após a morte física destes "guerreiros", se teçam criticas ferozes e se menospreze o seu valor e a sua luta e a privacidade que tiveram de liberdade, mas enfim...este é povo que somos. É pena! Pois é com memória curta que outros se defendem nos dias de hoje dizendo defender a classe menos favorecida, se assim não fosse estou certa estariamos num Portugal diferente, além de todos os factos já referidos deram-nos um exemplo o não se vitimizarem, o não se considerarem mitos ou heróis, tão pouco verificámos ostentações de riqueza.
Resta-me recorda-Los e ter sempre em mente a forma como lutaram por aquilo em que acreditaram.
Um Beijo de Amizade.Carina
(http://)
(mailto:abernardo@iol.pt)


Comentar post

blogs SAPO

.subscrever feeds