"Para não fazeres ofensas e teres dias felizes, não digas tudo o que pensas, mas pensa tudo o que dizes." Antonio Aleixo

Free Web Counter
Terça-feira, 12 de Outubro de 2004

NÃO ME CONVENCEU Senhor Primeiro Ministro!!!

santana.jpg


DA TANGA PARA A PROSPERIDADE!!!

Não Senhor Primeiro Ministro, o que ouvi no discurso à Nação, ontem proferido, mais não foi que o seu auto-elogio, pelo trabalho que diz ter realizado desde que assumiu as funções que desempenha.
Continuamos no DIZ QUE NÃO DIZ!!!
Continuamos sem saber quem define as linhas do (des) governo dos que dizem governar.
O seu Ministro das Finanças diz não poder haver diminuição do I.R.S., O Senhor promete diminuir o I.R.S., o seu Ministro das Finanças diz não poder haver aumentos na Função Pública, o Senhor diz que vão ser aumentados os Funcionários Públicos acima da inflação, o Senhor diz que vai aumentar as pensões, que o orçamento de estado para 2005 vai ser um oásis, pois vai (abrir uma janela com vista para o mar).
Hoje fiquei sem dúvidas que a coerência do Professor Marcelo Rebelo de Sousa o perturbou e perturba, e que mesmo sendo um militante de base do PSD, não o poupou, a argúcia da sua inteligência perturbava-O, comentava assuntos que têm a ver com a vida dos Portugueses e com o nosso futuro, a saúde, a educação, a fiscalidade, tudo isto seria cómico se não começasse a suscitar nos Portugueses atentos uma profunda sombra de inquietação.
Tive oportunidade de verificar que o seu ar já é o de um clássico e até achei graça que não fosse vista a pulseirinha, ficou discretamente tapada com os punhos da camisa bem tratada.
Tirando os aspectos formais, o discurso não foi mais que uma caixa de queixumes e promessas, queixumes encapotados de uma "infame campanha" de uma censura que o Senhor jamais admitiria, e que não existe, sendo assim foi má estratégia dos que não admitem a falta de rigor do seu (des)governo e foi uma falta grave do seu Ministro dos Assuntos Parlamentares, que nem por isso foi demitido.
Tenho pena que o Senhor Primeiro Ministro esteja a ser "vítima de uma cabala", foi inteligente na forma como apelou à simpatia dos Portugueses, foram truques retóricos como alguns que já lhe conheço, quer que lhe lembre? Nunca pronuncia PSD, mas sim PPD-PSD, o Partido de Francisco Sá Carneiro, sempre que se refere ao Presidente da República diz "O Senhor Presidente da República".
Não nos falou no descalabro do que se está a passar no ensino, na colocação de professores nas escolas que (ainda) não abriram.
Mas graça das graças é pedir a um povo quase faminto, que não dêem importância ao ruído dos que contestam a (des)governação e liricamente diz-nos que a LIBERDADE COMANDA A VIDA, NÃO ME CONVENCEU. DEU-ME VONTADE DE RIR!!!!!....!!!!!
publicado por Solidário às 12:39
link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De Anónimo a 18 de Outubro de 2004 às 22:22
Gina - Fico muito feliz pela tua visita. Chamar as coisas pelos nomes, É o mais demonstrativo de tudo o que um ou uma DEMOCRATA é capaz de fazer.
Quando dizes que o discurso do Senhor Primeiro Ministro foi um discurso Fascista, eu acrescento, e bem posicionado. É verdade que a invocação do "Graças a Deus" não é mais que o adorno que bem sabem utilizar para tocar nos corações dos que se sentem desprotegidos. É verdade, quando me falas do Alentejo, mas já não sei! Se o Povo Alentejano virou à direita ou se já também têm medo dos Senhores para quem o Alentejo hoje, é lugar de Luxo e simbolo de riqueza. Dizes muito bem quando dás o teu grito, que ecoa para que este povo acorde porque amanhã PODE SER TARDE. Mas com muitas Ginas, Zés e outréns que gritam por LIBERDADE e a defendem com o seu grito de alma será dificíl roubarem-nos um bem supremo pelo qual tantos deram a vida.
Obrigado pela tua inteligência e pela pertinência do teu GRITO, este canto é teu, visita-o, grita, diz de tua justiça porque muitos nos leêm e ouvem o que vai na alma dos DEMOCRATAS.Obrigado CAMARADA.santossampaio
(http://vozdaliberdade.blogs.sapo.pt)
(mailto:aa@aa.pt)


De Anónimo a 18 de Outubro de 2004 às 18:55
O discurso do senhor 1º Ministro foi igual a todos aqueles que defendem o fascismo, sim porque eles são fascistas, primeiro começam com falinhas mansas, utilizando palavras como o povo, os mais desfavorecidos e tantas vezes nos seus discursos, utilizam a expressão Graças a Deus, tudo isto não é por acaso porque eles sabem o que toca O POVO.Mas agora surge-me uma dúvida, afinal onde está aquele povo que foi calado, explorado, amordaçado, será que está a dormir, e tu povo do Alentejo que tanto sofreste como pudeste virar à direita, também tu acreditaste nas promessas dos senhores bem falantes e engravatados.O pior que pode acontecer a um povo é a falta de consciência de classe, os ricos tem-na, nós os contribuintes que não fugimos ao fisco, também a devíamos ter, como dizia o meu falecido sogro, eu não posso votar no partido do meu patrão, se ele não me dá nada o partido dele também não, era um alentejano consciente e nunca esqueceu aquilo que sofreu no fascismo.É URGENTE ACORDAR, E NÃO SE PREOCUPEM COM O MARCELO REBELO DE SOUSA, ISTO É MESMO TEATRO, PREOCUPEM-SE SIM COM A RETIRADA DE DIREITOS AOS TRABALHADORES, POR ACASO JÁ PENSARAM QUANTO O SR. MARCELO REBELO DE SOUSA ESTAVA A GANHAR NA TVI.....ACORDEM POR FAVOR, ENQUANTO É TEMPO,AMANHÃ PODE SER TARDE, A LIBERDADE DEVE SER DEFENDIDA É UM DIREITO CONQUISTADO À CUSTA DE MUITAS VIDAS E TORTURA.GINA GINA PAULA
</a>
(mailto:GINA@27HOTMAIL.PT)


De Anónimo a 13 de Outubro de 2004 às 22:32
crying_angel - Fico sempre muito contente, como não podia deixar de ser, quando te vejo vir à VOZ DA LIBERDADE, sei que és uma mulher esclarecida e achei engraçado o teres notado que nem a moldura com o Papa faltou nos adornos do local de onde o Senhor Primeiro Ministro fez a comunicação ao País. Estou admirado,por não me teres dito que te deu vontade de rir, mas antes tenhas comentado aonde é que vamos parar, estou convencido que a luta é para continuar porque jamais poderemos fazer parte do grupo daqueles que (eles) pretendem chamar estúpidos. Volta Sempre ao nosso canto, este espaço também é teu e a tua pertinência é-me importante. Um beijão com muito carinho.santossampaio
(http://vozdaliberdade.blogs.sapo.pt)
(mailto:aa@aa.pt)


De Anónimo a 13 de Outubro de 2004 às 01:08
Ao ver o discurso do senhor primeiro ministro fez-me lembrar um tal de Marcelo Caetano nas suas conversas em família... Até a foto do Papa lá estava... Ai... onde isto vai parar.crying_angel
(http://olhardecumplicidade.blogs.sapo.pt)
(mailto:vsgf@sapo.pt)


De Anónimo a 12 de Outubro de 2004 às 21:47
HÁ SITUAÇÕES QUE NOS PÕE PERPLEXOS, MAS ESTA PERPLEXIDADE DE CERTO MODO EXIGE MAIS DE NÓS. AO CHEGAR VERIFIQUEI OS QUANTOS PASSARAM POR ESTE ESPAÇO, LERAM ESTE ARTIGO, UNS COMENTARAM OUTROS NÃO. AOS QUE NÃO COMENTARAM ESPERO BEM QUE NÃO TENHA SIDO POR DESINTERESSE E QUE O TEXTO TENHA SIDO ESCLARECEDOR, PARA ESSES O MEU MAIOR OBRIGADO.santossampaio
(http://vozdaliberdade.blogs.sapo.pt)
(mailto:aa@aa.pt)


De Anónimo a 12 de Outubro de 2004 às 17:08
GiGi obrigado pelo o comentário inteligente,´quanto sabe bem que haja noção das atrocidades cometidas por estes vendedores de promessas. agora vendem-nas com discursos, vitamizando-se, daqui a uns tempos é com beijinhos e assim vão conseguindo os seus intentos espero bem que esse tempo não chegue e que o Povo, saiba dizêr basta.um beijo de agradecimento por têr vindo a este espaço de LIBERDADE. Volte sempresantossampaio
</a>
(mailto:aa@aasapo.pt)


De Anónimo a 12 de Outubro de 2004 às 16:55
Bernardo muito obrigado por têr visitado este espaço. Aqui mais não se faz que não seja,gritar por uma vida justa para os mais desprotegidos e injustiçados,incluindo todos os explorados. Ninguém contesta a riqueza de ninguém. mas contesto isso sim que o rico seja mais rico e os que produzem essa riqueza com o esforço do seu trabalho sejam explorados por (gentinha) sem qualquer critério de humanidade. São muitas vozes como a sua que são precisas, e descernimento para verificar,o que nos querem vendêr com discursos bem (temperados) o que não deixa de sêr mais um insulto, pois que não somos felizmente todos estúpidos. Quanto ao desafio que me faz,em altura breve dissertarei sobre os comportamentos, mas para já, sómente lhe digo isto. O desespero implica um desejo veemente de alcançar um bem que que é impossível, e esse bem que o primeiro minitro actual alcançou não foi por mérito, pois nunca os militantes do seu partido lho concederam, e não foi nem em um nem dois congressos, sempre foi rejeitado pelos os seus pares.Desta forma o seu Ego ou parte dele está preenchido, o que não quer dizêr, que o tenha habilitado para o cargo que desempenha. E a prova está há vista. Volte, grite, porque este canto também é seu. um abraço de solidariedade.
santossampaio
</a>
(mailto:aa@aasapo.pt)


De Anónimo a 12 de Outubro de 2004 às 16:53
Nada me surpreendeu no discurso do nosso Primeiro-Ministro, roupa a última tendência da moda, cabelo acabado de sair do cabelereiro, discurso construído por medida. Só acho que se esqueceu de uma coisa fundamental, o governo já não tem credibilidade, e as promessas utópicas proferidas faz duvidar até os mais distraídos que não tem noção do caos em que está a nossa economia e o nosso país.
Deixe-me utilizar uma frase já gasta "parabéns pelo texto"gigi
</a>
(mailto:gigi@iol.pt)


De Anónimo a 12 de Outubro de 2004 às 16:09
Para mim sem dúvida este é o melhor texto que escreveu, onde explicita as artimanhas usadas pelo Senhor Primeiro-Ministro, como já tive a oportunidade de ler coisas suas em que analisa comportamentos, gostaria de ver uma analise sua do comportamento de Santana Lopes e Paulo Portas, do DIZ QUE NÃO DIZ.
Acho que seria importante alertar de uma forma educativa as pessoas para pequenas coisas que não se apercebem e que dizem tanto.
Eu entendo um pouco (muito pouco) de comportamentos e percebi que o Senhor Primeiro Ministro deve ter contratado alguém para o ensinar a gesticular, pois ele fez menos 80% de gestos que normalmente costuma fazer. Apenas gesticulou o necessário para transmitir confiança e segurança naquilo que estava a dizer, no entanto quem o ensinou ou não teve tempo ou o Senhor Primeiro Ministro não ouvi, pois o seu discurso desmascara a sua ambição por Poder.
Quem sabe alguma coisa sobre liderança, sabe que um verdadeiro Lider têm como caracteristicas principais, a humildade e determinação (a lição que falta aprender ao Senhor Primeiro Ministro).
No seu discurso, ele fez tudo, por medo de perder aquilo que não conquistou, usando o auto elogio e palavras demasiado "caras" para grande parte da nossa sociedade (os realmente afectados com o seu des-governo).
Aquele não é o Primeiro Ministro que estamos habituados a ver e a ouvir, quem quer ele enganar?
Se o Senhor Ministro diz que somo "Livres para nos expressarmos", então GRITANDO DIGO "NÃO, SENHOR MINISTRO, A MIM NÃO ME CONVENCEU"bernardo
</a>
(mailto:bernardo@portugal.pt)


De Anónimo a 12 de Outubro de 2004 às 15:41
ANA - Muito obrigado por têr visitado este canto onde uma das prioridades É a LIBERDADE,a Sua observação além de inteligente e mordaz foi de um lucidez que muito me agradou porquanto a criação deste espaço como o nome indica não tem outro propósito que não seja gritar pelas injustiças, pela inverdade e pela falta de lucidez com que nos des-governam, quero francamente agradecer-lhe e dizer-lhe que são vozes como a sua que podem fazer, que verdadeiramente vivamos num sistema democrático, porque se formos dissertar sobre o que é democracia, muito mais teriamos para dizer, mas ficará para próximos artigos. Deixe que lhe dê um beijo de agradecimento e solidariedade. Volte sempre e grite porque este espaço também é seu.santossampaio.
(vozdaliberdade.blogs.sapo.pt)
(mailto:)


Comentar post

blogs SAPO

.subscrever feeds